segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Palco do Rock, uma alternativa para o seu carnaval.

O carnaval de Salvador é mundialmente conhecido graças ao trio elétrico, que aliás completa 60 anos em 2010, pelos abadas, blocos fechados, pelo axé, pelo pagode, pelos camarotes e blocos badalados e seus preços astronomicos, pelos Filhos de Gandhi, pela beleza negra dos blocos afros, bom esse eu não sei se fazem tanto a fama do carnaval de salvador assim; isso porque os organizadores da festa sempre colocam estes bolocos pra disfilar la pelas tantas da madrugada, sem falar que as emissoras de tv não estão nem um pouco interessadas em mostrar esse tipo de manifestação cultural que tão bem representa o povo baiano, preferem ficar atras das grandes estrelas do axé, como o já decadente Bel Marques do Chiclete com Banana, Ivete Sangalo, Claudia Leite e por ai vai.

Na verdade a intenção desta postagem é mostrar um outro lado do carnaval de Salvador, sem axé, sem pagode, sem cordas separando os que podem pagar pra brincar com segurança dentro dos blocos e os que tem que se contentar em permanecer fora das cordas expremidos entre os tapumes dos camarotes e predios e a corda, à merce da violência dos pit boys que malham o ano todo só para procurar vítimas nos circuitos do carnaval para descarregar toda sua agressividade reprimida. Estou falando do Palco do Rock, maior festival de rock baiano que acontece todos os anos durante o carnaval. Este ano o Palco do Rock completou 16 anos e trouxe grandes atraçôes como o Coléra, Korzus, Agrotoxico dentre outras. E o melhor de tudo é que este carnaval não custa nada, é totalmente free.
O festival acontece na Praia de Piatã e oferece uma programação que leva o "folião" à uma maratona de shows e diversão. O melhor de tudo é que esta parte da cidade não é contemplada com o odor de urina misturado com cerveja tao caracteristicos dos circuitos oficiais o Barra-Ondina e o Campo Grande. É isso meus caros amigos, vocês que nunca vieram à Salvador curtir o carnaval, saibam que Salvador durante este periodo fede à mijo misturado com cerveja. Isso já é muito trash né, então sugiro que façam um carnaval alternativo, com muito rock´n roll, já que todos no Brazil conhecem um pouco do carnaval de Salvador, já que organizadores de festa em todas as regiões do país importaram o padrão da festa soteropolitana, sei bem que no meu estado Minas Gerais tem em Viçosa o Nicoloco http://www.nicoloco.com.br acessem esse link e vejam que até o site é bastante parecido com a publicidade que rola aqui no carnaval de Salvador, em BH tem ou tinha não sei o Carnabelô e parece que até o carnaval de Ouro Preto vai tomando os mesmos contornos, já tem venda de abada e bloco fechado por lá. Os carnavais Brazil afora vão perdendo as suas particularidades regionais e estão passando cada vez mais a adotar o modelo baiano, isso é perigoso, pois muito vai se perdendo através desta padronização. Assim, digo sem problemas, que pula-se carnaval baiano em todos o Brasil, não venham à Salvador para isso, pois o que vocês vem procurar por aqui já pode ser encontrado nas melhores casas do ramo por todo o Brasil, do Iapoque ao Chuí.

Abaixo segue a programação 2010 do Palco do Rock, para vocês terem uma idéia do que é o festival. O link oficial do festival é http://www.bahiarock.com.br/ino-mainmenu-1/29-shows/2230-palco-do-rock-2010.html . Recomendo a todos que tenham uma banda de rock fiquem atentos pois este ano vão abrir as inscrições de bandas para o festival de 2011. Fica aqui um ultimato pro Chivas Duo para que representem Minas Gerais aqui no Palco do Rock 2011.

Palco do Rock 2010



Dias: 13, 14, 15 e 16/02 (Sábado, Domingo, Segunda e Terça)
Local:
Coqueiral de Piatã (Piatã)
Horário:
17:00
Ingresso:
Entrada franca

Programação:

Dia:
13.02 (Sábado)

17h -
Dom Lula Nascimento
18h -
Fridha
19h -
Vivendo do Ócio
20h -
Redoma (RS)
21h -
Cólera (SP)
22h -
Karne Krua (SE)
23h -
Três Puntos (Vit. da Conquista/BA)
00h -
Desrroche
01h -
Behavior

Dia:
14.02 (domingo)

17h -
Mensageiros do Vento
18h -
Ignivomus
19h -
Ênio e a Maloca
20h -
Astafix (SP)
21h -
Dead Fish (ES)
22h -
Vendo 147
23h -
Survive (AC)
00h -
Andranjos (Juazeiro/BA)
01h -
Dimensões Distorcidas

Dia:
15.02 (segunda)

17h -
Buster
18h -
Davi Zew
19h -
Fiddy (PE)
20h -
Ulo Selvagem
21h -
Korzus (SP)
22h -
Agrotoxico (SP)
23h -
Elipê
00h -
The Honkers
01h -
Keter

Dia:
16.02 (terça)

17h -
Aluga-se
18h -
Chá de Pensamento
19h -
Etno (DF)
20h -
Clamus (CE)
21h -
Phantom Rockers (EUA)
22h -
Suprema (SP)
23h -
Pastel de Miolos (Lauro de Freitas/BA)
00h -
Os Irmãos da Bailarina
01h -
Almadória

Mais informações:
http://www.palcodorock.com.br

PALCO DO ROCK 2010, 16ª Edição
"Seja você a mudança que quer ver no mundo" (Gandhi)

Em apenas um mês de inscrição, foram recebidos 193 materiais, sendo que 78 bandas são da Bahia, divididas entre Salvador (62 bandas), região metropolitana e demais cidades (16 bandas). De outros estados, chegaram 115 materiais.

O Palco do Rock é o maior festival de rock independente da Bahia e o primeiro festival de rock independente no carnaval brasileiro. Idealizado desde 1994 pela Associação Cultural Clube do Rock da Bahia [ACCRBA - 1ª associação de bandas de rock do país], o evento possui uma circulação média de 32 mil pessoas e, neste ano, 36 bandas das mais variadas vertentes do rock, sendo 13 de outros estados, animarão o público. A realização da 16ª edição será no Coqueiral de Piatã, local já tradicional e conhecido pelos milhares de frequentadores assíduos. A entrada é franca e campanhas sociais como em prol da preservação ambiental. Esta semana foram firmados campanhas de apoio e prevenção em prol da saúde como foco abrangente com órgãos como COSAM - Coordenadoria de Saúde Ambiental do Programa Municipal DST/Aids de Salvador ; A SPM - Superintendência de Políticas para Mulher ; e AGEP - Assessoria de Gestão Participativa. Doações de mantimentos são incentivadas pela produção do festival que será direcionada para as mesmas entidades de todos os anos, também com cota prevista para as vítimas do HAITI.

Há também área para camping e atrações especiais, tais como espaço infantil (uma novidade para este ano) com estruturas e pedagogos que desenvolverão atividades, espaço interativo com stands de vendas de materiais das bandas e promoções eventuais, dj’s, debates, paletras, oficinas, exibição de vídeos, apresentações teatrais, além de workshows. Tudo isso sem contar que o palco montado fica há poucos metros do mar e o início do festival é acompanhado do pôr-do-Sol.

O Palco do Rock é apoiado pelo Governo do Estado da Bahia através da SECULT com o Fundo de Cultura do Estado da Bahia e Prefeitura Municipal de Salvador através da SALTUR.


2 comentários:

  1. Valeu Inseto!!! Tá na hora mesmo de começar a mostrar outras coisas em salvador além da tão aclamada "axé music" e as bundas cantantes.

    ResponderExcluir